ENCONTRADA


FUI MASTIGADA PELA PAIXÃO,
ELA ARRAZOU MEU CORAÇÃO.
ME HUMILHOU,
ME DEIXOU SEM CHÃO.
PERDIDA NO CAMINHO EM TRAPOS,
FORASTEIRA.


TE ENCONTREI NO DESERTO.
[OÁSIS] AGUA FRESCA,
SORRISO SINCERO,
ABRAÇO ACOLHEDOR,
CASA ACONCHEGANTE.
ME CONVIDOU A ENTRAR
COMO ESTAVA TRANQUILA,
CONFIANTEMENTE ACEITEI.


E FUI FICANDO,
FICANDO,
E NÃO MAIS VOLTEI.


2 comentários:



Cleomarcio disse...

Espero poder ter o prazer de ler mais e mais das belas poesias que tu escreves.

Déia Poeta disse...

Valeu amigo,obrigada pelas palavras. Saudações!