PARA O HAITI






Poderia ser qual quer lugar.
Mas, a tragédia toda aconteceu lá
[Haiti]
Poderia ser seu parente,
Seu amigo mais chegado,
Seu pai,
Seu irmão.
Poderia ser seu país.
Nós como humanidade devemos ter comunhão.
Por que não quebrar as barreiras internacionais?
[Fronteiras]
A terra não deveria ter dono...
Como gostaria de voltar ao Éden,
Todos lá sim eram comum.
A comida nascia do chão,
Sem precisar de muito esforço
De muita poluição.
Lá ninguém tinha possessão.
Lá realmente éramos livres
E com deus tínhamos comunhão.
Lá não havia morte
[O homem era eterno]
Não havia dor,
Nem lágrima,
Nem ambição.
Tenho esperança que um dia meu Senhor volte,
E me transcenda novamente ao Éden.

2 comentários:



IGREJA INVISÍVEL disse...

Quando temos certeza que tudo está estabilizado e que as coisas vão melhorar com a ajuda internacional. E tudo isso é suficiente para formar uma infra-estrutura propicia para a erradicação da pobreza, fazendo com que as instituições trabalhem democraticamente para dar um bem estar da sua população, vem um tremor !!!! será que uma ação imediata pode resolver essas questões?

Déia Poeta disse...

Pedro, gosto sempre de suas participações[contribuição] aqui, esta questão é algo realmente para tomar como reflexão.
Obrigada.