MUNDO CIBERNÉTICO




Nesse mundo cibernético tudo flutua.

Nesse mundo internético tudo se aproxima.

E se distancia.
Inclusive o amor.

Tudo nesse mundo virtual é solidão.

É isolar-se em fantasia.

Febre que vicia.

Que extasia.

Que nos torna insensíveis e longe de Deus.

De Deus...

De Deus?

De Deus!

De Deus.

0 comentários: