DEDICATÓRIA AO CABELO AFRO


Querido cabelo, peço desculpas por ter te alisado.
Será que você pode me perdoar?
Em nome dos meus antepassados.
É porque cabelo você sabe que sou negra, da Bahia!
Mas, aqui como no Brasil, existe um racismo maquiado.
Então, quando fui trabalhar de recepcionista,
percebi logo qual era o padrão daquela empresa
que é mesmo padrão da nossa sociedade, branca.
E você sabe cabelo,
que a maioria dos brancos tem uma característica
que chamamos de cabelo "liso".
Então, como meu cabelo não é "liso"
percebi que para eu permanecer naquela empresa teria que ter um cabelo "bom".
Porque a sociedade diz que você é "ruim" ao natural.
Mas, agora que fui demitida sinto um grande pesar
pelo que te transformei um amontoado de cabelo quebrado por causa da química.
Não adiantou todas aquelas hidratações caras.
Como não estou mais lá e logo serei professora,
acho que você não terá que passar pelo sofrimento de ser queimado,
ardido e puxado.
Do contrário,
quero que você se transforme em várias tranças lindas.
Porque branco é branco e eles tem a sua beleza
como o negro também tem a sua.
Bom, o que quero mesmo é liberdade de todo ser humano
fazer o que quiser de sua vida
e estética sem ser retalhado ou manipulado pela sociedade.
Reconheço que às vezes nessa sociedade temos que dançar conforme a música ,
mas se tiver oportunidade de ser uma exceção a regra, seja!

0 comentários: