JACTÂNCIA



É o costume

É a frieza que sempre nos tratam

É a falta de amor

É a ferida exposta

É a dor.

A injustiça desfila em cada esquina.

Em cada rodovia.

Respeito quase evaporou

mas, estou contente porque minha alegria

não depende de gente...

Depende de mim.

Dependo de Deus.

É Nele que espero.

Foi Ele quem tudo prometeu.
Mas, estou contente por estar viva.
Contente, porque sei que vou pisar em vidros
E eles irão rasgar os meus pés.
Mas, depois de algum tempo o sangue irá estancar.
Voltará tudo ao seu lugar.
Vou continuar a andar
E superar a dor

0 comentários: