ADEUS II


Foste embora.

Covarde!

Mesquinho!

Traz esperança.

Faz nascer flores em meu jardim e me ignora.

Você está nos meus planos.

Na minha pele.

No meu olfato.

No meu pensamento.

Não penso em um vão momento

Mas, sempre.

Até vir uma ave e roubar a semente.

0 comentários: